Bioplastia de Mãos

 

Bioplastia de mãos: O processo natural de envelhecimento atinge todas as partes do nosso corpo, porém, é comum que algumas delas recebam menos cuidados em relação a outras. Geralmente, as pessoas dão mais atenção a regiões como o rosto, esquecendo que as mãos permanecem sujeitas por muito tempo aos fatores externos, como produtos químicos e radiação solar.

Com o tempo, o envelhecimento das mãos começa a evidenciar alguns aspectos indesejáveis, como veias e tendões. Estas são características desfavoráveis do ponto de vista estético, causado em razão do fato de que, com a idade, a pele perde tecido conjuntivo, resultando em uma pele flácida e de aspecto senil.

A bioplastia das mãos pode aumentar o volume do tecido abaixo da pele e trabalhar sua aparência, minimizando a exposição dos vasos e tendões. A bioplastia de mãos é realizada com anestesia local e no próprio consultório médico.

A bioplastia de mãos pode ser realizada com materiais absorvíveis, como o ácido hialurônico, ou definitivos, como o polimetilmetacrilato (PMMA). Geralmente, para a bioplastia de mãos são indicados os produtos definitivos, no entanto, faz-se uso de produtos absorvíveis quando o paciente possui dúvidas quanto às dimensões finais.

Tratamento combinado das mãos:

Além da perda de volume, o aspecto senil pode se dar em razão de manchas na pele que possam aparecer, devido a alterações na produção de melanina, que variam de pessoa para pessoa. Observa-se que o fator idade favorece a formação destas manchas, principalmente na região das mãos.

O tratamento para o envelhecimento das mãos somente deve ser feito após uma avaliação médica adequada, pois antes da beleza, é preciso manter todos os cuidados com a saúde do paciente. O tratamento para manchas nas mãos pode ser realizado com o uso de laser CO2 fracionado, luz intensa pulsada, peeling químico e substâncias clareadoras.

anatomia mãos tendõesO aparecimento dos tendões é a característica que leva muitas pessoas a realizarem o preenchimento com bioplastia de mãos. Isso acontece devido a perda de colágeno, responsável pela elasticidade da pele, bem como a perda de ácido hilaurônico, que atua como retentor de H2O nos tecidos cutâneos.

Em razão dessa perda, as formações que ficam abaixo do tecido cutâneo ficam expostas, dando a um aspecto senil às mãos. Isso se dá em razão do envelhecimento cronológico, mas pode ser potecializado em razão da exposição excessiva ao sol, contato com produtos químicos entre outros.